Pular para o conteúdo principal

Seguro para Bitcoin

Nos últimos tempos, temos escutado bastante sobre Bitcoin. Ela é uma moeda digital do tipo criptomoeda descentralizada. Responsável pelo ressurgimento do sistema bancário livre e que apresenta uma forma de pagamento totalmente inovadora. Mas você sabia que existe um seguro para Bitcoin?
Se hoje o dinheiro que circula na praça depende do Banco Central, no caso do Bitcoin não há nenhuma instituição no comando. Nem Banco Central, nem governo ou bancos comerciais, é um dinheiro desestatizado.
O Bitcoin possui uma existência apenas virtual. E todas as transições feitas pela internet em um espaço com códigos para garantir a segurança e os dados de cada um. Mas será que é realmente seguro? E qual a segurança que a pessoa tem de investir em Bitcoins?

Seguro para bitcoin: Será que existe mesmo?

A resposta é sim. Algumas seguradoras ao redor do mundo estão começando a oferecer proteção contra o roubo de criptografia. Elas se apresentam dispostas a enfrentar os desafios e os riscos desse setor em rápido crescimento. E, claro, oferecem seguro para bitcoin.
Até agora, apenas algumas seguradoras vendem esse tipo seguro. Tais como as empresas americanas: XL Catlin, Chubb e Mitsui Sumitomo Insurance. Embora outras empresas demonstram interesse, ainda não se dá muita atenção em oferecer esse tipo de serviço.
Uma das justificativas seriam os riscos apresentados. Muitos investidores já perderam bilhões de dúzias de hacks de criptografia, por erros técnicos e fraude. Para as seguradoras, o desafio é como cobrir essas ameaças para os clientes. Porém, como proteger algo que é totalmente virtual, desestatizado e que usa uma tecnologia que poucos entendem?
O chefe da XL Catlin, Greg Bangs, disse em uma entrevista que empresa tornou se seu próprio especialista na nova tecnologia. Eles fizeram isso conversando com os principais atuantes e potenciais clientes antes de desenvolver o seguro para bitcoins.
E hoje oferecem cobertura anual por crimes de até 25 milhões de dólares por incidente. Mesmo estudando bastante previamente, o mercado das moedas digitais as seguradoras gastam mais tempo do que o habitual. Examinando tudo, antes de fazer oferta de seguros.

Analisam desde procedimentos de segurança dos ambientes virtuais, armazenamento de dados, a escala de suas operações, até as pessoas envolvidas. O que faz ser um processo que pode demorar meses.
Seguradoras americanas apostam que as criptografias ganharão um reconhecimento mais amplo em um futuro próximo. As vendas de moedas digitais arrecadaram no ano de 2017 mais de 5 bilhões de dólares segundo os dados da CB Insights. Porém, ainda não há estimativas sobre o quanto foi segurado ou sobre os valores totais recolhidos.
Muitas seguradoras continuam cautelosas com o novo negócio. Alguns, como a Great American Insurance Group, oferecem a proteção contra o roubo de funcionários para empresas que aceitam pagamentos de bitcoin. Mas evitam riscos externos, como hackear.
Por ser um mercado pouco conhecido, é necessário se estudar bastante. Tanto para investir quanto para fazer seguro de Bitcoins. O fato é que no mercado de investimentos, quanto maior o risco, maior as chances de lucro.
Fonte: extraído do texto escrito por Marllon Gama e publicado no site www.pontoscardeais.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mesmo guardado na marina, devo fazer o seguro do meu barco?

É muito comum nos depararmos com clientes que acreditam, que por sua embarcação estar guardada em uma marina ela estará protegida de todos os riscos. O que nem sempre é verdade.
Muitas marinas não possuem seguro ou não estão corretamente protegidas devido a dificuldade de contratação junto as seguradoras e ao elevado custo para esta modalidade.
Em um eventual sinistro dentro da marina, o seguro individual de cada embarcação pode ser acionado, trazendo muita tranquilidade ao proprietário, já que a apólice da marina está fora do seu controle, e pode gerar muita insegurança: Será que a mesma está contratada? Estará vigente? Esta com todas as parcelas pagas?
Entra aí a importância do proprietário da embarcação ter o seu próprio seguro.  Ter seguro hoje é algo imprescindível e com um custo bastante acessível para amplas coberturas que vão desde uma avaria parcial à perda total, seja ela por um incêndio, acidente, naufrágio e principalmente, dentro ou fora da marina.
Faça o seu seguro com a Mur…

Seguro Sem "Segurês"

Se toda vez que você vai renovar ou contratar um seguro você fica com a sensação de não ter entendido a maioria das palavras, então você está no lugar certo. Aqui iremos te explicar alguns dos termos técnicos utilizados no seguro de uma forma que não te deixará mais com dúvidas. 😊
Apólice
É o documento oficial do seu seguro – é emitida pela seguradora afirmando a aceitação e cobertura do risco apresentado pelo segurado, seja a de um automóvel, empresa e até mesmo de vida. Ela contém os dados do segurado, seus bens e as coberturas contratadas. É parte integrante da apólice, as condições gerais e particulares, estas dizem respeito as regras do seguro e devem ser seguidas a risca para que você seja indenizado no caso de sinistro.
Sinistro É quando acontece algum evento previsto e coberto na apólice de seguro, causando danos materiais ou pessoais ao segurado, terceiros ou a seus beneficiários. Pode ser um roubo, furto, acidente, incêndio, morte, entre outros.
Bônus
Desconto progressivo que o…

As férias estão chegando!

Quando decidimos viajar, independente se a viagem for de negócio, lazer ou estudo, existem algumas providências importantes a tomar: o melhor destino, o roteiro mais apropriado, estimativa de despesas, as bagagens, documentação, o animal de estimação, se vai ou com quem fica, entre tantas outras, onde se destaca também a segurança da casa, nos casos em que todo o grupo familiar se ausenta.

Poucas vezes quando estamos de partida para uma viagem, não pensamos nos possíveis imprevistos que podem aparecer nesse passeio: qualquer tipo de acidente no trajeto, o extravio de bagagens, a necessidade de uma assistência médica, até mesmo a interrupção da diversão; situações que ninguém quer pensar quando organiza um passeio, mas que são absolutamente passíveis de acontecer.

Quantas vezes então, algumas famílias nem saem para viajar, ou viajam em partes porque não encontram um local adequado para deixar seus animais de estimação? Quando saímos para um passeio de aventura, em quais questões de segur…